Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



No processo de globalização hegemónica da educação, com repercussões ao nível das políticas educativas nacionais, são evidentes as pressões no sentido da uniformização dos currículos escolares.

 

Todavia, o currículo não envolve apenas a dimensão instituída ou prescritiva, havendo, pelo contrário, ao nível das escolas, um espaço de apropriação, recriação e inovação no âmbito da realização do currículo (dimensão instituinte).

 

Assim, o processo de globalização não exclui, antes exige, que a escola, no quadro da autonomia que lhe conferem os normativos, assuma os desafios da promoção da qualidade, tendo em conta a sua especificidade institucional e contextual, através de projectos educativos e curriculares, concebidos e realizados mediante um amplo envolvimento dos agentes educativos e da comunidade.

 

 

Palavras-chave: educação, globalização, currículo, autonomia, inovação, projecto educativo.

 

Eis o resumo de um artigo que visa incentivar as escolas cabo-verdianas a fazerem jus à autonomia de iniciativa que a lei lhes confere, diligenciando no sentido da elaboração e implementação dos seus projectos educativos, enquanto instrumentos idóneos  de aprimoramento da qualidade da educação.

 

Pode-se aceder ao texto integral do artigo através do seguinte link: 

O projecto educativo de escola no contexto da globalização

 

Bartolomeu Varela

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:27



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.