Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




1. Enquadramento e objectivos dos Cursos Superiores Profissionalizantes

No âmbito da sua missão e fins estatutários, a Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) desenvolve, em paralelo com as suas actividades de formação graduada e pós-graduada, um Programa de Formação Pós-Secundária Profissionalizante, constituído por um vasto leque de projectos de formação, cujo objectivo é contribuir para o desenvolvimento da capacidade empreendedora da sociedade cabo-verdiana e da competitividade da economia nacional, num quadro de concertação de estratégias e de desenvolvimento de parcerias com outras instituições de ensino e de formação, empresas, ordens e associações profissionais, etc.
Com esta iniciativa, a Uni-CV propugna contribuir para o combate ao abandono precoce do ensino, promover a formação contínua e a requalificação profissional, preparar o público-alvo para lidar com as transformações tecnológicas e organizacionais e, ainda, dar ao tecido económico e administrativo uma clara mais-valia.

O Programa de Formação Pós-Secundária da Uni-CV é executado, essencialmente, através de Cursos de Estudos Superiores Profissionalizantes (CESP), que constituem um subsistema de ensino universitário de curta duração, de organização flexível e desconcentrada, de modo a cobrir, progressivamente, as diferentes regiões do país.

O Programa visa, assim, promover, através do alargamento das possibilidade de acesso a saberes e competências de índole aplicada, a qualificação para o exercício de diversas profissões que se afiguram como imprescindíveis para a satisfação das necessidades de transformação socio-económica do país e de realização pessoal, social e profissional dos cidadãos, em particular de uma expressiva camada de jovens saídos do ensino secundário.

Os CESP constituem, também, uma forma adequada de assegurar a igualdade de oportunidades de acesso a uma qualificação profissional de nível superior, apresentando-se como uma alternativa credível susceptível de cativar mais jovens e adultos para o sistema de educação e formação profissional.

No quadro dos CESP, é fortemente incentivado e estimulado o espírito empreendedor dos formandos, para o que deverão apoiar-se em mecanismos ou estruturas de ligação das acções de formação científica e tecnologia à prática real ou simulada de actividades de índole profissional.

2. Duração e organização curricular

Os Cursos de Estudos Superiores Profissionalizantes (CESP) são percursos formativos pós-secundários, de duração média de catorze (14) meses, com uma carga horária de 1.200 a 1500 horas, que incluem componentes de formação geral e científica, de formação tecnológica, e de formação em contexto de trabalho (estágios em empresas ou organismos públicos).

Os planos de estudos e os programas curriculares dos CESP estruturam-se em três componentes essenciais, a saber:

a) A componente de formação geral e científica, que visa proporcionar o acesso a conhecimentos de natureza científica que fundamentam as tecnologias próprias da área de formação, assim como desenvolver atitudes e comportamentos adequados a profissionais com elevado nível de qualificação profissional e adaptabilidade ao mundo do trabalho e da empresa;
b) A componente de formação tecnológica, que integra domínios de natureza tecnológica orientados para a compreensão das actividades práticas e para a resolução de problemas do âmbito do exercício profissional;

c) A componente de formação em contexto de trabalho, que propicia a aplicação dos conhecimentos e saberes adquiridos às actividades práticas do respectivo perfil profissional e execução de actividades sob orientação, utilizando as técnicas, os equipamentos e os materiais que se integram nos processos de produção de bens ou prestação de serviços.

3. Certificação e creditação

Além de conferirem diplomas e certificados de Estudos Superiores Profissionalizantes, de nível equivalente aos cursos de formação profissional de nível IV, a que se refere o artigo 25º do Decreto-Lei nº 37/2003, de 6 de Outubro, que visam preparar os diplomados para uma integração vantajosa no mercado de trabalho, os referidos cursos conferem créditos para efeitos de eventual prosseguimento dos estudos conducentes à obtenção do grau académico de licenciatura, nas áreas de conhecimento correspondentes.

4. Principais Ofertas Formativas

Sem prejuízo de outras a serem analisadas, em função dos contextos e das necessidades efectivas de formação, a Uni-CV preconiza a organização e a implementação, nos próximos anos, de cursos de estudos superiores profissionalizantes (CESP) em diversas áreas, designadamente:

Micro-Irrigação e Novas Tecnologias de Produção Agrícola
Organização e Gestão de Eventos
Topografia e Desenho Assistido por Computador
Animação turística
Desenvolvimento Local
Gestão e Acompanhamento de Obras
Instalação e manutenção de Redes e Sistemas Informáticos
Tecnologia Mecatrónica
Manutenção Industrial (Manutenção de Equipamentos Hospitalares e Hoteleiros)
Tecnologias de Programação de Sistemas de Informação
Tecnologias de electricidade electrónica;
Banca e Seguros;
Secretariado Executivo;
Agro-Negócios e Desenvolvimento Rural
Organização e Planificação do Trabalho; Organização e Manutenção dos Sistemas de
Transporte;
Administração e Gestão Hoteleira;
Técnicas de Contabilidade
Desenvolvimento Social e Comunitário
Mestre do alto Pescador
Bio-diagnóstico
Instalações Eléctricas e Automação Industrial
Instalações solares
Manutenção de Instalações Técnicas e da qualidade do ar interior em edifícios

5. Potenciais destinatários
Os Cursos Superiores Profissionalizantes, que integram o Programa de Formação Pós-Secundária da Universidade de Cabo Verde, são destinados:

a) Aos titulares de um curso de ensino secundário ou habilitação legalmente equivalente;
b) Aos titulares de uma qualificação profissional de nível III;
c) Aos titulares de um curso de estudos superiores profissionalizantes ou de um grau ou diploma de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional;

Podem ainda candidatar-se os indivíduos com idade igual ou superior a 25 anos, aos quais, com base na experiência, a Uni-CV reconheça, nos termos da lei, capacidades e competências para o ingresso no CESP em causa.


6. Parcerias para os CESP

O Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), através da rede de Centros de Formação Profissional, e as Escolas Secundárias e Técnicas, apresentam-se como os principais parceiros no desenvolvimento das ofertas formativas profissionalizantes, a serem desenvolvidas através dos CESP.

De igual modo, e tendo em vista a integração no mercado de emprego e a formação em contexto de trabalho, a Uni-CV celebra acordos ou outras formas de parceria com empresas e outras entidades empregadoras, associações empresariais ou socioprofissionais e outras organizações vocacionadas.

7. Oferta formativa para o ano lectivo 2008/2009

O Programa de Formação Pós-Secundária da Uni-CV, anunciado hoje, durante o acto central de comemoração do II Aniversário da Uni-CV, presidido pelo Primeiro-Ministro de Cabo Verde, Dr. José Maria Neves, arranca, no corrente ano lectivo (2008/2009), com os seguintes cursos, a serem frequentados por cerca de 600 alunos:

i. Topografia e Desenho Assistido por Computador
ii. Gestão e Acompanhamento de Obras
iii. Manutenção de Equipamentos Hospitalares e Hoteleiros
iv. Técnicas de Contabilidade e Gestão
v. Agro-Negócios e Desenvolvimento Rural
vi. Desenvolvimento Social e Comunitário
vii. Instalação e Manutenção de Redes e Sistemas Informáticos
viii. Tecnologia Mecatrónica
ix. Mestre do Alto Pescador
x. Bio-Diagnóstico
xi. Micro -irrigação e novas Tecnologias de produção Agrícola

No imediato, isto é, de Novembro deste ano a Janeiro de 2009, deverão ter início os primeiros seis cursos acabados de referir, ficando o arranque dos demais dependente da confirmação do respectivo financiamento.

8. IEFP, principal parceiro no arranque dos CESP
Porque a formação profissional de nível IV se enquadra-se no ambicioso programa de formação profissionalizante previsto no Plano Estratégico da Formação Profissional 2006-2010, o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) é o principal parceiro da Uni-CV na implementação destes cursos, mediante a disponibilização de instalações e o co-fianciamento dos encargos com os formadores, nos termos do Protocolo e do Contrato de Parceria assinados no início do acto central de comemoração do 2º aniversário da Uni-CV, entre o Reitor da Universidade e a Directora-Geral do IEFP.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:42



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D